segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Fome insaciável


A poesia nutre
Temperada
É faisão, não abutre!

Nenhum comentário: