quinta-feira, 21 de abril de 2011

Salve Homero... e seus épicos imortais



Salve o primeiro poeta do Ocidente
Um sábio cego, homem grego sem igual
Cantou o amor e a guerra em seus épicos
A vida sem tempo num canto belo genial...

Salve os versos do famoso Homero
Nascido em Argos, Quios ou Atenas
As armas da famosa guerra de Tróia
Dizem da Idade do Bronze Micênica...

Mas, seus mortos foram cremados
Desde Aquiles que o fogo extinguiu
Costume da Era do Ferro na Grécia
Será que este poeta realmente existiu?

Não interessa se o Poeta era Homero
Pois o épico da Odisséia é magistral
Os versos lindos seduzem e encantam
Tornando o bardo que os forjou, imortal.

Apreciem gregos, troianos ou Helena
Páris o príncipe, Menelau rei senhor
Este poema, conta a vida de muitos
Íliada, é o canto da guerra e do amor...

Vinte e quatro livros cada Poema
Vinte quatro letras o alfabeto grego
Odisséia ou Íliada...clássico inebriante
Homero fez jus à numerologia elegante...

Salve Homero, o primeiro poeta ocidental !
Salve a Poesia que nos legou este imortal !

2 comentários:

Célia Gil, narciso silvestre disse...

Uma bela homenagem, como tão bem sabe fazer! Parabéns!

Alluconi Nassif disse...

Olá minha querida amiga é um prazer te rever. Obrigada pela visita e comentário gentil.
Bjs