sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Lamento...


Quanta dor
interrompida
no peito
que sufoca
ainda...

Lembranças
apagadas
retorcidas
do amor
ausente...

Sem presença
nada permanece
tudo desvanece
numa prece
repetida...

Um comentário:

Amanda Lemos disse...

Muito interessante o Blog !

Muito difícil encontrar na “ blogosfera “ espaços originais e bacanas como este !

Deixo aqui meu espaço, caso queria dar uma olhada, seguir...

http://www.bolgdoano.blogspot.com.br/

Muito Obrigada, desde já !