segunda-feira, 14 de novembro de 2011

A face oculta do amor

Não consigo lembrar tua face
Oculta... do amor que é teu
Despedaçado no âmago
Por ondas da energia amorosa
Deste universo que flui em mim

Não consigo lembrar tua face
Ela se fundiu na minh´alma
Transmutou-se em mim... é Eu

Um comentário:

porques,praques disse...

Esse parece meu... Gostei das metáforas e imagens divinas neste poema (imenso). Beijo Alice das maravilhas.

Vania Lopez